Presença Mussummana

Mussulmano e Vik aqui no estúdio durante gravação
Mesmo com todo seu talento e tradição futebolística, o Brasil tem momentos de chutes pra fora. É assim mesmo, acontece com todos os brasileiros. Aconteceu conosco também durante algumas falas do programa – prontamente corrigidas com erratas adequadas. Mas a sequência continua de qualidade. Tive aqui no estúdio a nobre presença do Henrique Mussummano (que tem também seu programa próprio, um pouco mais sério) e de sua talentosa cônjuge, Virgínia (minha fisioterapeuta, que deve ser agradecida por eu estar podendo mover o braço pra colocar os discos). Vamos à sequência.

  • Les Baxter – Prelude in C# Minor (c/ intro)
  • Os Caçulas – Pra você
  • A Kind of Magic – Queen
  • Mané João – Erasmo Carlos
  • Whooshy the Booshy – White Heat
  • Number One – Patrice Rusheen (c/ fala)
  • Invisible Sun – Police
  • Mark of Unnamed – Budos Band
  • The Battle – Rick Wakeman
  • Radio Kabul – Express Brass Band
  • Dinah – The New Orleans Train
  • Pressentimento – Elza Soares
  • The Model – Kraftwerk
  • Neon Lights – Kraftwerk (c/ despedida e errata)
  • Vimado Wingman – El Rego

Muita alegria e descontração com cervejas geladas de marcas conhecidas que não merecem ser citadas aqui, mas o continua baravilhoso!

Ouçam clicando nos ícones

Sobre o carnaval 2011, parte I

Gravei este programa sozinho durante os dias chuvosos de carnaval e aí só tive tempo de publicar agora. Vixe, quanto tempo fazia q não publicava um. Que delícia a sensação de existir no mundo das rádios de internet. É um povo muito interessante… Visitei esta semana a rádio Confusion, do pessoal da Matramba. Entre no blog deles e poderá ouvir a fineza do programa. Muito boa seleção e povo gente-fina. Mas agora segue a minha sequência:

  • I’m gonna move to the outskirts – Ray Charles (c/ intro)
  • Base primitiva revisada – Júpiter Maçã
  • Namorinho de portão – Gal Costa
  • Ovo Poché – Laura W
  • Banana Fishbones – The Cure
  • The Top – The Cure (c/ fala por cima)
  • San Berdino – Frank Zappa
  • Ponto do guerreiro branco – Maria Bethânia
  • My lovey man – Red Hot Chili Peppers
  • Back at the Chicken Shack – Quincy Jones
  • Theme from the Pawnbroker – Quincy Jones (c/ fala por cima)
  • Yoyo – Basement Jaxx
  • Sukiyaki – Poly e seu conjunto
  • Bonanza – Poly e seu conjunto (c/ encerramento)
  • Song 2 – Blur

Também quero falar pra ouvirem o programa da amiga Cláudia Assef, que já esteve por aqui em entrevista e set e agora tem um programa na rádio Oi, o Discologia. Passa lá! Se for entornando o delicioso Chopp do Henrique, melhor ainda.

Ouçam clicando nos ícones

Sobre o carnaval 2011, parte 2

Carnaval 2011
A parte 1 eu vou publicar depois porque esta está mais recente, fala-se mais sobre a festa popular mais famosa do mundo. A gente tava aqui em São Paulo e o Kreps, cabaço, nunca tinha ido num bloco de carnaval. Aí fomos depois do programa. Então antes do programa ficamos meio sem assunto. O Kreps trouxe uma pérola como há muito a Pipa não via. Antônio Marcos marcando presença aqui novamente. E tem até Caetano, pra abrasileirar bastante já que o clima é de festa popular. Argh.

  • Rendez Vous – Jean Michel Jarre (c/ intro)
  • Too late, too late – Mr. Hudson and the library
  • O homem da gravata florida – Jorge Benjor
  • Fur Lined – How to destroy angels
  • That’s good – Devo
  • Citysong – Luscious Jackson
  • Oxigene – Jean Michel Jarre (c/ fala)
  • Quem dá mais – Antônio Marcos
  • Eu daria minha vida / Só vou gostar de quem gosta de mim – Bandinha Psicodélica
  • Bullet and a target – Citizen Cope
  • My stone baby – 311
  • Outro retrato – Caetano Veloso
  • Ghetto Love – Spinnerette

Durante todo o carnaval sorvemos o chopp maravilhoso do Henrique. Vocês deveriam provar. Assim como deveriam testar a sensação de participar de um bloco de carnaval. Vixe.

Ouçam clicando nos ícones

Primeiro de 2011

Feliz 2011, ouvintes queridos!
É com muita satisfação que venho dar satisfação a vocês. Não sofremos nada com a chuva, mas com a umidade… perdemos o último programa que tinha ficado muito legal, mas com uma qualidade de som péssima por causa de problemas causados pela umidade na mesa de som. Tempos de cair água do céu e boas músicas em seus ouvidos: trouxemos ao estúdio nosso grande Cavanha com muitas músicas boas e comentários requintados sobre as esperanças do novo ano que há cerca de um mês já começou. Mas pressa pra quê?

  • Total Bells and Tony – Dick Hyman (c/ intro)
  • Rainny day, dream away – Jimmy Hendrix
  • Marujo – Haxinxins
  • Hot Rod Lincoln – Pat Travers
  • Do Leme ao Pontal – Tim Maia
  • Preciosa – Tima Maia (c/ fala por cima)
  • Rio de Janeiro City – Joelho de Porco
  • Manhattan – Xavier Cugat e Orquestra
  • American Ruse – Hellacopters
  • The Moog and Me – Dick Hyman
  • Motorhead – Primal Scream
  • Spellbound – Siouxsie and the Banshees
  • Arabian Knights – Siouxsie and the Banshees (c/ fala por cima)
  • 1° de Abril – Zé Nilton
  • Eu Não Rango – Ultraje a Rigor
  • Do Mississipi ao Piauí – Jean Paulo e Garfunkel (c/ despedida)

Comemos amendoins exclusivos do XTO (A Man Doin’) e o torcida de pimenta verde – altamente recomendados. Tomamos alguns drinks variados, mas sempre pensando que bom seria o Chopp do Henrique!

Ouçam clicando nos ícones

Dia dos vivos

vivam os mortos
Comemoramos o dia dos mortos celebrando a vida dos locutores mais simpáticos das rádios de internet que já existiram. XTO e Krepski se juntaram novamente aproveitando um feriado que homenageia os que já se foram pra tocar músicas que mantém vivas as nossas vontades. Uma grande homenagem no final do programa fará chorar até ao ouvinte mais turrão.

  • The Map Room (Dawn) – John Willians c/ sinfônica de Londres (c/ intro)
  • From dusk till Dawn – Ladyhawke
  • Papa don’t Preach – Madonna
  • Totalmente demais – Hanoi hanoi
  • Walking in the rain – Grace Jones
  • Pull up to the bumper – Grace Jones (c/ fala por cima)
  • Shimmer and Shine – Ben Harper and the relentless 7
  • Chicken on the rocks – Danna Countryman + Jean Jaques Perrey
  • Voodoo – Godsmack
  • Improvisation on Carmen – Ray Conniff
  • Get Away – Hed P E
  • We are the world – U.S.A. for Africa (c/ fala por cima)
  • Leave House – Caribou
  • She’s about a mover – Trini Lopez
  • homenagem aos que morreram

Foi deliciosa a degustação do Chopp do Henrique. Continua no mesmo lugar servindo o puro creme que saciará a sede no seu evento de final de ano. Coisa fina.

Ouçam clicando nos ícones

o moog e eu, Dick Hyman


Conheci o assobio inicial desta música por uma música do Beck (Sissyneck). Um dia, sem saber disso, o Sussa me mostrou esse som do Dick Hyman que ele tinha baixado antes de existir youtube. O youtube foi citado aqui porque ainda acho uma grande ferramenta articulação de sons (e vídeos) parecidos. Bom, um moog acaba sempre puxando outro e acho legal deixar isso aqui registrado na Pipa.

Muita energia!

Energia pura
Muita energia é gasta diariamente em várias coisas sem que nos demos conta da importância de canalizarmos corretamente o emprego dessa coisa bem louca. Você tá sentindo uma energia boa? Sua casa tem estabilizador de energia? Quanto anda pagando de energia? Se você tá meio caído, chateado, broxa mesmo, ouça este programa e sinta-se revigorado com a entusiasmante energia que tomará conta de seu ser. Ou coma o amenduralho – petisco que nos fora gentilmente cedido por uma ouvinte querida, Priscila de Jundiaí.

  • Love’s Oneress – Robert Bearns & Ron Dexter (c/ intro)
  • Baptized by Fire – Spinnerette
  • Good Stuff – B52’s
  • I treat you wrong – The Faint
  • A A U U – Titãs
  • Igreja – Titãs (c/ fala por cima)
  • Shout to the top – The Style Council
  • Move this – Technotronic
  • Night by night – Chromeo
  • The Cat – Jimmy Smith
  • Hobe Flats – Jimmy Smith (c/ fala por cima)
  • Vaca profana – Gal Costa
  • Rich Girls – The Virgins
  • Never let me down again – Depeche Mode
  • The things you said – Depeche Mode (c/ despedida)
  • The girl and the robot – Royksöpp feat Robin

No meio do programa falei que o Titãs já foi punk… e realmente acho isso. No começo, bem no comecinho… Mas eles foram comercializando o produto e virou esse coiso que sabemos que foi o Titãs.
O Kreps ficou meio sentido com isso, gastamos energia discutindo, e tal. E mandamos beijo para 3 Priscilas que foram sendo citadas durante o programa.

Ouçam clicando nos ícones